Japonês desistiu de brasileira que leiloou a virgindade após conhecê-la: “não valia”

O leilão da virgindade da brasileira Catarina Migliorini ficou famoso mundialmente e ganhou outros capítulos após o japonês Natsu, que ofereceu R$ 1,5 milhão (US$ 780 mil) pelo dote da moça se recusar a consumar o ato ao afirmar ter se arrependido do investimento.

O Terra conversou com exclusividade com o diretor do documentário Virgins Wanted (Procura-se Virgens), Justin Sisely, que falou sobre o caso da virgem brasileira e os desdobramento do documentário que será exibido pela primeira vez em um festival em Nova York nesta semana.

Segundo o diretor australiano, o japonês esperava encontrar uma virgem doce, meiga e ingênua, mas a realidade se mostrou diferente no jantar que reuniu Catarina e o vencedor do leilão online, em Sydney.

“Catarina foi rude com ele e só falava na forma de pagamento. Ele não achou que ela valia o dinheiro (…). Natsu não gostou da atitude dela. Ele já tinha organizado um cheque administrativo, mas ela insistia em dinheiro vivo. O homem é um bilionário; poderia ter a garota que quisesse. Catarina não foi nada agradável e ele desistiu. Cada um tem o que merece”, alfinetou Sisely.

Tudo será visto no documentário, garante o diretor, que filmou o encontro e gravou entrevista com o japonês. “Se a Catarina estivesse menos preocupada com sua imagem ou com a discussão dos detalhes de como a noite aconteceria, o resultado teria sido melhor para ela”, avalia o australiano.
Sisely e a brasileira não conversam desde o encerramento das filmagens, em dezembro de 2012. “Catarina ficou revoltada porque as coisas não terminaram bem para ela e acho que me culpa por isso. Ela perdeu tudo pelo qual trabalhou, mas para mim não faz diferença. Ela determinou seu próprio destino”, analisa Sisely.

A virgem brasileira

A catarinense Ingrid Migliorini ficou conhecida por leiloar a virgindade para um documentário – o que acabou não se concretizando. A jovem alegou que o autor do Virgins Wanted e ela tiveram um desacordo que impediu que expusesse sua primeira relação sexual. Apesar disso, a fama lhe rendeu um ensaio para a revista Playboy, em janeiro de 2013.

No mesmo ano, em um novo site, Catarina voltou a colocar sua primeira vez à venda, mas dessa vez por conta própria, com lance mínimo estipulado em US$ 100 mil. A jovem, no entanto, desistiu novamente do leilão.

Fonte: Terra

Japonês desistiu de brasileira que leiloou a virgindade após conhecê-la:

Comentários

Comentários

Classificado como:    

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: