Uma mãe recebeu uma ligação da escola de sua filha no trabalho, e o que aconteceu depois foi espantoso.

Na internet, depoimentos que são postados por usuários em redes sociais, acabam viralizando e tomando uma proporção enorme.

Não se sabe onde aconteceu isso, e nem quem são os personagens dessa história, mas o relato está repercutindo nas redes sociais.

portalinteressante.com-screenshot_11-6

 Uma mãe, recebeu uma ligação da escola em que sua filha estudava, enquanto ainda estava no trabalho. A jovem que tinha apenas 15 anos, havia socado um garoto e arrancado sangue de seu rosto. Apavorada, a mãe correu para a escola para saber o que havia acontecido, que levou a jovem a bater em seu amigo.

O relato conta que a mãe que é enfermeira, recebeu  uma chama direta na recepção pedido para que ela fosse imediatamente para a escola. Identificado como Sr. Smith, do colégio St. Mary, o homem relatou que a jovem havia batido no colega.

A mãe assustada, correu para o colégio. Ao chegar, sua filha estava em uma sala juntamente com o menino que estava com o nariz sangrando, o direto e o professor.

O diretor, ao ver a mãe, ironicamente disse: ‘que prazer, finalmente, você se juntar a nós.

A mãe justificou que trabalhava em um pronto socorro, e que não podia ficar com o celular no bolso, e que estava em atendimento à um menino de apenas 7 anos que havia apanhado da própria mãe, e por isso, precisou de 40 pontos.

O diretor então contou a mãe o que havia acontecido, dizendo que a jovem havia batido no amigo porque ele havia arrebentado seu sutiã.

A mãe então deixou todos chocados quando perguntou para o diretor: ‘ você quer saber então se eu irei prestar queixa por ‘assédio sexual’?

O professor então, pasmo com a resposta da mãe, disse que não achava que isso era tão sério. A pedagoga que também estava presente, disse que também não havia necessidade para tanto alarme.

O diretor querendo justificar disse que a mãe estava querendo desviar o foco, do fato da jovem ter batido no amigo.

Foi então que a filha resolveu falar. Disse que o amigo sempre ficava puxando seu sutiã, e que havia falado várias vezes para que ele parasse com aquilo. Mas,  jovem sempre ignorava e continuava com as mesma atitudes, até que em uma delas, ele abriu o sutiã da garota, e no momento que ela sentiu que aquilo não iria parar, atacou o menino com um soco no nariz. Finalmente ele parou, disse a jovem.

A mãe então disse ao professor: ‘isso parece certo para você? Porque então não se levanta, vai alí e bagunça o sutiã da pedagoga? Ou porque não vem até aqui é bagunça o meu?

Espantados, ambos desviaram o olhar da mãe que continua a dizer aos presentes.

O ato do menino é um assédio sexual, que pode ser denunciado. Ele tem 30 cm à mais que a minha filha, e é duas vezes mais pesado que ela.

Quer dizer que é certo minha filha deixar o menino toca-la sem se defender?

Ele foi tão abusado que chegou a arrebentar o sutiã dela.

Com vergonha, os presentes ficaram quietos, e a mãe  concluiu dizendo que levaria sua filha para casa, e que, se caso isso voltasse a ocorrer, não excitaria em denunciar o jovem por ‘violência sexual’.

Gostou? então deixe seu like!
Mãe pede a professor para ‘puxar a alça do sutiã’ dela. Veja o motivo disso

Comentários

Comentários

Classificado como:    

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: