Acusado de estupro de vulnerável, ex-participante do ‘BBB16’ é preso em Curitiba

14634177575739fb9dbccb9_1463417779_4x3_sm

Ex-participante do “BBB16” (Globo), Laércio de Moura, 53, foi preso na manhã desta segunda-feira (16), acusado de estupro de vulnerável e de fornecer bebidas alcoólicas a menores de idade.

As acusações são baseadas em artigo do Código Penal que define como estupro de vulnerável qualquer tipo de contato sexual com alguém menor de 14 anos, ou sem discernimento para oferecer resistência.

A operação foi realizada pelo Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) da Polícia Civil de Curitiba, onde ele segue em prisão preventiva. Além do mandado de prisão, foi expedido um de busca e apreensão por objetos pessoais do ex-brother.

A operação apreendeu alguns objetos eletrônicos na residência de Laércio, que serão encaminhados para perícia. A polícia quer apurar também possíveis casos de pedofilia.

Um vídeo do momento em que Laércio é levado à delegacia circula pela internet. No registro, apesar de esconder o rosto das fotos e gravações, ele não demonstra resistência.

Além de diversas denúncias contra o ex-participante, o Nucria ainda conta com o testemunho de uma jovem, que entregou à polícia diversos “prints” de conversas com Laércio, tidas entre 2012 e 2013.

A garota de 17 anos, cuja identidade não foi revelada, teria se relacionado com o tatuador aos cerca de 13 anos de idade. Na época, Laércio tinha 49. Ele ainda teria assediado a jovem por meio de mensagens.

Em imagens das conversas cedidas pela assessoria de imprensa do Nucria ao “F5“, Laércio faz insinuações de cunho sexual para a garota, além de a convidar para “tomar uns goles”.

Na defesa de Laércio, Ronaldo Manuel Santiago ainda não comentou o caso. Contatado pela reportagem, o escritório do advogado afirmou que ele só se pronunciará depois que Laércio prestar depoimento, o que deve acontecer até o final desta tarde.

Big Brother

A investigação foi solicitada pelo Ministério Público do Paraná, após o órgão ter recebido diversas denúncias na época em que Laércio ainda participava do reality show. Durante a competição, ele virou alvo de polêmica nas redes sociais após ter sido apontado como pedófilo.

Em seu perfil no Facebook, Laércio seguia páginas de armas, supremacia racial e a fanpage de uma participante do “MasterChef Júnior” (Band), de 12 anos, que sofreu com comentários de cunho sexual nas redes sociais em 2015.

Ele ainda teria “confessado” ser efebófilo, pessoa que sente atração sexual por adolescentes, além de ter relatado namorar jovens de 17 e 19 anos de idade. Após a polêmica, sua conta na rede social foi desativada.

No programa, Laércio chegou a cogitar desistir da competição depois de ter discutido com Ana Paula, quem o acusou de pedófilo. Após sua eliminação, ele disse que processaria a colega de confinamento pelas acusações.

Em entrevista ao “F5“, ele admitiu ter atração por adolescentes, mas que nunca havia tido relações sexuais com menores de idade. “Às vezes você vê uma menina de 1,80 m de altura e pensa que ela tem 20 e poucos anos, quando vai ver, tem 18, 19”, disse Laércio na ocasião.

Fonte: f5.folha.uol

Acusado de estupro de vulnerável, ex-participante do ‘BBB16’ é preso em Curitiba

Comentários

Comentários

Classificado como:    

Deixe uma resposta