mulher-tomando-suco

A presença do alimento em nossa boca, ou o simples fato de pensarmos nele, automaticamente estimula a secreção de um conteúdo ácido a nível estomacal, responsável pela digestão do alimento em questão. Desta forma, o bolo alimentar só deixa o estômago em direção ao intestino, quando tiver sofrido as devidas adaptações após o contato com a secreção ácida.

Desta forma, ao ingerirmos líquidos junto às refeições, parte do suco gástrico é diluído, mais suco gástrico será necessário, maior será o tempo de digestão, maior será o estímulo de gastrina (hormônio que estimula a liberação do suco gástrico), aumentando assim as chances de dores e lesões gástricas. Sem contar que a absorção dos nutrientes é prejudicada, devido à diluição que ocorre pelo consumo de líquidos concomitantemente à alimentação e o aumento do risco de refluxo, pelo aumento da capacidade gástrica.

É recomendada a ingestão de líquidos 15 minutos antes ou 45 minutos após as refeições mais volumosas, principalmente as que são predominantemente proteicas e que não ultrapasse 300ml.

Fonte: Nutricionista Érika Guedes CRN 9007

SAIBA PORQUE NÃO DEVEMOS TOMAR LÍQUIDOS DURANTE AS REFEIÇÕES

Comentários

Comentários

Classificado como:    

Deixe uma resposta